Make your own free website on Tripod.com



           O Clã foi fundado há mais de um milênio nas montanhas da Turquia, tendo sempre protegido ferrenhamente sua privacidade.
     Os Assamitas são uma espécie estranha de fundamentalistas, praticando uma fé que é uma mistura das muitas religiões do Oriente Médio, com a mitologia vampírica.

     Eles acreditam que a única forma que os vampiros têm de alcançar o céu, é se aproximando ao máximo de Caim, e a única maneira de fazê-lo, é reduzindo sua geração. Durante a maior parte de sua história, os Assamitas se dedicavam a Diablerie, procurando sempre chegar ao "Primeiro".
     Eles se tornam os assassinos mais temidos entre os Membros. As lendas Assamitas afirmam que seu fundador, matou com as próprias mãos, dois Membros de Segunda geração.
     Durante a Idade Média ( época de ascensão dos Sabbat ), os Assamitas destruíram muitos Ançiões da Camarilla, e esta declarou uma Caçada de Sangue contra todo o clã Assamita.

     Depois de um período de sete anos, o Alamut - Antiquíssimo santuário fortificado do Clan Assamita, quase foi descoberto e pela primeira vez na História, o Clã Assamita suplicou por paz, negociando um tratado complicadíssimo.
     Infelizmente para o Clan, não é mais possível que estes pratiquem a Diablerie, pois os Tremere realizaram um grande ritual sobre todos seus membros. Os Assamitas são conhecidos hoje, como predadores noturnos, e ninguém se enquadra melhor nessa descrição.
     Eles caçam mortais e vampiros com a mesma volúpia. Contratados habitualmente como arcontes pelos Justicars, e como assassinos pelos príncipes, não há clan mais temido pelos membros. Misteriosos e taciturnos, os Assamitas seguem sua presa a qualquer parte do mundo, e aceitam como pagamento o sangue de seus empregadores.